Residências Urbanas

A energia solar fotovoltaica é limpa e não agressiva à natureza.

Os sistemas de geração de eletricidade a partir da energia solar fotovoltaica, conectados em paralelo com a rede elétrica de distribuição pública, necessitam de pouco espaço e praticamente nenhuma manutenção, configurando uma das melhores alternativas para a geração autônoma de energia elétrica nas residências urbanas.

Com a entrada em vigor da Resolução Normativa ANEEL nº 687/2015, que promove a geração distribuída e introduz o sistema de compensação de energia elétrica, você já pode produzir a sua própria energia elétrica, tornando-se um gerador de eletricidade a um custo muito competitivo e anulando quase na totalidade a sua fatura de energia elétrica mensal, e ao mesmo tempo, ficar imune aos previsíveis (e já anunciados) aumentos históricos e significativos dos preços da energia elétrica no Brasil, para os próximos anos, garantindo o abastecimento de eletricidade por pelo menos 25 anos (vida útil de um sistema fotovoltaico).

Entendendo o Sistema de Compensação de energia e a Geração Distribuída:

Desde 17 de abril de 2012, quando entrou em vigor a Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012, o consumidor brasileiro passou a poder gerar sua própria energia elétrica a partir de fontes renováveis e inclusive fornecer o excedente para a rede de distribuição de sua localidade. Em 24 de novembro de 2015, a ANEEL divulgou a Resolução Normativa ANEEL nº 687/2015 com intuito de aprimorar a Resolução Normativa nº 482/2012. As principais mudanças são limite de potência instalada do micro e mini gerador, aumento do prazo para utilização do excedente de energia para 60 (sessenta) meses e possibilidade de geração distribuída em condomínios, consórcios ou cooperativas.

Trata-se da micro e da minigeração distribuídas de energia elétrica, inovações que podem aliar economia financeira, consciência socioambiental e sustentabilidade.

De acordo com a Resolução Normativa nº 687/2015, os microgeradores são aqueles com potência instalada menor ou igual a 75 kW, e os minigeradores, aqueles cujas centrais geradoras possuem de 75 kW a 3 MW. As fontes de geração precisam ser renováveis ou com elevada eficiência energética, isto é, com base em energia hidráulica, solar, eólica, biomassa ou cogeração qualificada.

Crédito de energia

A novidade da norma é simplificar a conexão das pequenas centrais à rede das distribuidoras de energia elétrica e permitir que a energia excedente produzida possa ser repassada para a rede, gerando um “crédito de energia” que será posteriormente utilizado para abater seu consumo. Um exemplo é o da microgeração por fonte solar fotovoltaica: de dia, a “sobra” da energia gerada pela central é passada para a rede; à noite, a rede devolve a energia para a unidade consumidora e supre necessidades adicionais. Portanto, a rede funciona como uma bateria, armazenando o excedente até o momento em que a unidade consumidora necessite de energia proveniente da distribuidora.

O saldo positivo desse crédito de energia pode ser utilizado para abater o consumo em outro posto tarifário (ponta/fora ponta), quando aplicável, em outra unidade consumidora (desde que as duas unidades estejam na mesma área de concessão e sejam do mesmo titular) ou na fatura de um dos meses subsequentes. Os créditos de energia gerados continuam válidos por 60 meses.

Condições para a adesão

Compete apenas ao consumidor a iniciativa de instalação de um sistema de micro ou minigeração, conectado à rede pública da concessionária de distribuição.

3.1-Residências Urbanas

PARCEIRO DE NEGÓCIOS ECO-INOV PARA SEGMENTO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

A Quantum Group é der mundial em soluções de energias renováveis.

Está presente em 5 continentes e 49 países. Até o momento foram contabilizados 14.6 GW de serviços de consultoria e serviços técnicos de energia fotovoltaica, 1.6 GW de projetos fotovoltaicos instalados, 21 projetos de energia solar térmica realizados e 200 MW de projetos eólicos instalados. Na área de gerenciamento de água foram 10 redes de distribuição de água, 46 instalações de irrigação construídas, 26 usinas hidrelétricas construídas, 1 estação de dessalinização construída e 3 estações de bombeamento.

www.quantumpow.com/en

Ficou interessado e gostaria de se tornar autoprodutor de energia?

A ECO-INOV ajuda você a alcançar este objetivo.

Entre em contato conosco para prepararmos uma proposta detalhada!