ESTUDO PREVÊ US$ 300 BILHÕES EM INVESTIMENTOS EM ENERGIA LIMPA NO BRASIL

O estudo Energy Outlook (NEOenergia-limpa-300x202), feito pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF), prevê que o Brasil deverá atrair US$ 300 bilhões em investimentos para geração de energia elétrica até 2040.

A pesquisa aponta que a maior parte desses investimentos (70%) irá para projetos solares e eólicos. Serão adicionados 250 gigawatts (GW) de nova capacidade nos próximos anos, chegando a 383GW, um aumento de 189% sem sua capacidade total. 89% desse resultado será composto de energias renováveis, inclusive de pequenas e grandes hidrelétricas.

O estudo também é otimista quanto a participação das renováveis eólica, solar e biomassa, que, segundo os dados, deverá saltar do atuais 14% de capacidade instalada para nada menos do que 51% em 2040.

Analistas da Bloomberg New Energy Finance ainda afirmam que a energia eólica receberá R$ 84 bilhões; outros US$ 26 bilhões vão para biomassa, enquanto projetos de grandes e pequenas hidrelétricas receberão US$ 23 bilhões. Enquanto isso, vultosos US$ 125 bilhões serão investidos em energia solar. Uma boa notícia para o mercado de energia limpa que espera a maior diversificação da matriz energética brasileira.

A geração distribuída não ficará de fora dos investimentos. Segundo o Energy Outlook, US$ 93 bilhões serão destinados para essa área que poderá se tornar a grande estrela dessa nova revolução energética. Ou seja, a tendência mundial apontará a instalação de sistemas fotovoltaicos no telhado de casa e em edifícios residenciais e comerciais um ótimo negócio.

Fonte: Agência Ambiente Energia

Deixe seu comentário